quinta-feira, 27 de março de 2014

Comitê define prazo para prefeito Luizinho Sobral tomar providências sobre o trânsito e investir em ações inibidoras ao tráfico de drogas

O Comitê Interinstitucional de Segurança Pública de Irecê (CISPI), esteve reunido ontem, às 14h na Promotoria Pública, discutindo assuntos de interesse da comunidade ireceense. Em pauta, o polêmico transito de Irecê. 

O comitê que tem como coordenador o Promotor Público Dr. Adriano Marques representando o Ministério Público, cobrou da Subprocuradora Geral do Município de Irecê, Dr. Aline Santana, providências para que a Prefeitura Municipal agilize a municipalização de fato do trânsito da cidade, sob pena de adoção de procedimentos judiciais.

Após várias discussões, foi criada uma Comissão para, em regime de urgência, acompanhe as ações no intuito de assegurar a contratação de profissionais para elaboração de um projeto de engenharia de trânsito por parte do Poder Público. Foi citado que cidades como Jacobina, Ribeira do Pombal dentre outras do interior, este já é um problema superado. 

A comissão tem um prazo de trinta dias para apresentar uma proposta. Na reunião discutiu-se também a situação do Sistema de Monitoramento Eletrônico com câmeras na cidade, que vem enfrentando problemas há um bom tempo e a necessidade de ampliação desta modalidade de monitoramento, com instalação de novos equipamentos. 

Ficou definido como meta até o mês de junho, para que os problemas sejam resolvidos. Alternativas para o enfrentamento da violência em bairros da cidade de Irecê, aqueles que são considerados os mais complexos, que carecem de maior intervenção do Estado e Poder Público Municipal com ações sociais, como incentivo à prática do esporte, também foram indicadas ao poder público local.
Ainda durante o encontro, abordou-se o enfrentamento ao tráfico de drogas e a criação e instalação de uma delegacia especial para atender o menor infrator. Informações do Cultura e Realidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário