quinta-feira, 24 de abril de 2014

Os dois acusados de assassinarem a engenheira civil durante assalto foram identificados

 
Adalberto Ribeiro Lélis (Betinho) 
Suspeitos de terem matado a engenheira civil, Erika Medrado Ferreira, foram identificados pela polícia nessa quinta-feira (24) e já estão sendo procurados. Em ação conjunta a PM e a Polícia Civil acreditam que o caso de latrocínio em que a vida de Erika Medrado foi ceifada esteja quase solucionado. Os acusados tratam-se de Adalberto Ribeiro Lelis (Betinho) e o menor identificado apenas como “Dentinho” que estão foragidos.

Segundo a delegada Lúcia Janssen os acusados foram identificados através das testemunhas e imagens das câmeras de segurança do local do crime. A Polícia agora trabalha para que os meliantes sejam presos o mais rápido possível.

Entenda o caso: Erika Medrado Ferreira, 29 anos, engenheira cívil, foi morta a tiros na última terça-feira(22) por volta das 14 horas quando teria reagido a um assalto, onde dois meliantes teriam chegado em uma moto 50 cilindradas e anunciado voz de assalto tentando tomar a bolsa da vítima. Erika foi alvejada com tiros, e apesar de ter passado por cirurgia não resistiu aos ferimentos.

 Qualquer informação ligue 190


(Miqueias Nunes)


Nenhum comentário:

Postar um comentário