segunda-feira, 12 de maio de 2014

Ônibus que fazia linha SP/Irecê é assaltado. Na Rodoviária de LEM passageiros relatam medo

Ônibus da EMTRAM, com os passageiros assaltados, chega na Rodoviária de LEM
Mariete da Silva
 Um ônibus da empresa EMTRAM, que fazia linha São Paulo/Irecê, foi assaltado no início da madrugada desta segunda-feira, 12, na BR 242, na altura do município de Cristalina, no estado de Goiás.

 Os passageiros contaram que o ônibus foi interceptado por cerca de cinco assaltantes. O grupo estava a bordo de um veículo e conseguiu parar o ônibus na bala. “Eles se aproximaram do ônibus, na hora pensei que eles fossem fazer uma ultrapassagem, mas eles fizeram foi atirar em direção ao motorista que foi obrigado a parar o ônibus”, contou Mariete da Silva Gomes que viaja de São Paulo para Luís Eduardo Magalhães. Ela também reclamou da falta de assistência da empresa. "Até agora estamos sem comer nada".


Adriana Ferreira

Outra passageira, Adriana Ferreira dos Santos, contou que um dos assaltantes estava sangrando e que passou muito medo. “Um deles sangrava muito e ameaçava de matar todo mundo. A pressão foi grande e o medo também”, contou ela que teve R$ 800 levados pelos bandidos.


Marineide Caetano
Os passageiros reclamaram ainda da falta de atenção que a empresa deu para eles. “Desde a meia-noite, após o assalto que estamos sem comer nada. A empresa não deu nenhuma assistência para os passageiros”, contou Marineide Caetano da Silva que viaja para Buritirama.

“Foi horrível, mas o pior mesmo foi o descaso da empresa. Não tivemos nenhuma assistência por parte da empresa”, disse José Moreira da Silva, ao chegar em seu destino, Luís Eduardo.

José Moreira 
A ocorrência do assalto foi registrada na cidade de Cristalina. Outro ônibus da EMTRAM foi disponibilizado para continuar a viagem, já que o outro teve os vidros do motorista e da porta de acesso ao ônibus, quebrados pelo tiro.

Os passageiros contaram ainda que os bandidos foram rápidos e não demoraram mais do que 10 minutos para concluir a ação criminosa.
Blog do Sigi Vilares  

Nenhum comentário:

Postar um comentário