quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Apenas 39 emissoras de rádio estão prontas para migrar da AM para FM

Apenas 39 emissoras de rádio que funcionam na banda AM estão habilitadas e em condições de migrar para a FM, de acordo com anúncio do secretário de Serviços de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações, Emiliano José, nesta quarta-feira (17). O governo prevê que 200 emissoras estejam habilitadas até novembro de 2015, quando inicia o processo de migração. A banda FM pode agrupar ate 894 rádios e o governo pretende ampliar este número a partir de 2018. “Analisamos recentemente cerca de mil emissoras. Nessa análise, vimos que 39 delas estão inteiramente aptas e com a documentação absolutamente em dia para a migração. Nossa meta é chegar a 200 até 7 de novembro, Dia do Radialista, mas vamos trabalhar para que sejam até mais”, disse Emiliano durante audiência pública na Câmara dos Deputados. “Pretendemos começar a migração no início de novembro para, em dezembro, concluirmos o primeiro lote de migração. Em março, mais 200; e em maio outras 200”, completou. Segundo o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, as emissoras AM estão interessadas na migração. “Em média, 78% das rádios querem a migração. Ou seja, das 1.781 outorgas de rádio AM, 1.386 gostariam de ir para a FM”, disse. Entre as razões para querer a mudança, estão a baixa qualidade da faixa AM, que apresenta mais interferências e ruídos que a banda FM. Rezende destaca, no entanto, que a ampliação da banda FM deve ser bem planejada: “Por conta do número de veículos, existe necessidade de aumento das faixas. Em muitas regiões, principalmente nos grandes centros, não caberão todas rádios AM no espectro da FM”. Informações da Agência Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário