quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Vereador de Jacobina é suspeito de envolvimento em esquema que desviou 90 milhões dos cofres públicos na BA

Por volta das 5h da manhã desta quinta-feira, 05 de novembro de 2015, a Polícia Federal esteve no distrito do Junco, município de Jacobina, onde segundo informações, fez apreensão de documentos e computadores na residência e no escritório de contabilidade do vereador Batista (PP).

Ainda de acordo com informações, o vereador e sua esposa são suspeitas de envolvimento numa organização criminosa que desviava recursos públicos, praticava sonegação de tributos e lavagem de dinheiro, utilizando-se de entidades supostamente sem fins lucrativos, qualificadas como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip).

Além de Jacobina, a Operação Infecto realiza apreensão nas sedes das organizações e nas residências dos envolvidos e em escritório de contabilidade, nos municípios baianos de Juazeiro, Valença, Salvador, além de Petrolina, em Pernambuco. A operação avalia que entorno de 90 milhões de reais em verbas públicas foram desviadas ,no esquema envolvendo 10 empresas de 2010 a 2015.

Ainda não há informações se alguém foi conduzido pela Polícia Federal e o vereador Batista deverá se pronunciar sobre o caso. 
Fonte: Augusto Urgente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário